Umbro repete feito da Penalty e vem tendo problemas para fornecer material aos esportes amadores do Vasco da Gama

Jogadores e comissão técnica do basquete vascaíno ainda utilizam Penalty.

Jogadores e comissão técnica do basquete vascaíno ainda utilizam Penalty.

Durante 6 anos, o Vasco da Gama sofreu com a insuficiência da Penalty em fornecer material esportivo para o clube. Não somente no futebol, mas principalmente para os esportes amadores, no qual as consequências foram vergonhosas para a Instituição.

Porém, em julho de 2014, Umbro e Vasco já estavam acordados e em agosto do mesmo ano o contrato enfim foi assinado, ou seja, a empresa inglesa já sabia que iria assumir o Vasco há mais de 8 meses. Porém, nesse tempo todo ainda não conseguiu atender o clube por um todo.

Curta-nos no Facebook e tenham a maior cobertura de todos os esportes do Vasco: clique aqui.

Futsal do Vasco jogando com uniformes da Penalty e logotipo da empresa tampado.

Futsal do Vasco jogando com uniformes da Penalty e logotipo da empresa tampado.

Há duas semanas os campeonatos dos principais esportes amadores começaram, como futsal e basquete, e o Vasco teve que usar uniformes da Penalty, já que não tinha o suficiente para cobrir todas as categorias com a Umbro. No futsal, os times da Série Prata do sub-9, 11 e 13, utilizaram o uniforme da Penalty, com o logotipo da empresa tampado, por não haver uniformes da Umbro suficiente, somente para as equipes da Série Ouro.

No basquete a situação é ainda mais drástica. O Vasco fez grande campanha para resgatar seu ginásio, junto aos seus torcedores, com a imagem de Charles Byrd, ídolo do basquete vascaíno, anunciou que disputará a Supercopa Brasil de Basquetebol em breve, porém, a Umbro ainda não conseguiu produzir um uniforme para as equipes de categoria de base, que já iniciaram suas competições.

O Vasco teve que jogar novamente de Penalty no basquete, no último domino. Segundo informações de dentro do departamento, a Umbro enviou pouquíssimo material ao basquete, que mal dá para cobrir uma categoria. Os uniformes de treino foram produzidos por fora, sem marca, já que nem uniformes da Penalty tinham para treinar, prova disso que no Torneio Carioca de Basquete Adulto, os jogadores do Vasco treinaram de Reebok, que não patrocina o Vasco desde 2008.

Atletismo do Vasco de Penalty e até mesmo com Eletrobras ainda.

Atletismo do Vasco de Penalty e até mesmo com Eletrobras ainda.

O atletismo, que já disputa competições desde janeiro, ainda não recebeu material para fornecer aos seus atletas, mesma situação do paradesporto.

O que também vem sendo alvo de reclamação dos torcedores vascaínos, é a qualidade do material da Umbro, sua distribuição e prioridade ao Vasco. Alguns torcedores alegam que o material das camisas de futebol do Vasco é inferior aos do Grêmio e até mesmo da Chapecoense. O Vasco ainda é o único, na verdade o último a continuar usando a fonte da numeração em homenagem a 1994, quando a Seleção Brasileira, até então patrocinada pela Umbro, foi tetracampeã mundial.

Até o momento, o prometido terceiro uniforme do Vasco ainda não foi lançado. Torcedores também reclamam que a Umbro não produz camisas de mangas longas e nem regatas do Vasco, muito menos camisas casuais.

Por: Raphael Caminha – caminharaphael@gmail.com

Anúncios
Esse post foi publicado em Atletismo, Basquete, Futsal, Patrimônio e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s